Açúcar – o doce assassino

O açúcar da cana (a sacarose) foi introduzido no continente americano por Cristóvão Colombo em 1493 – juntamente com o sarampo, a varicela e a gripe…  Desde então o consumo do açúcar disparou feito foguete!  A maioria desse aumento é relativamente recente.    Muito desse açúcar é consumido na forma de refrigerantes.  O consumo dessa bebida dobrou desde 1972 e aumentou seis vezes desde 1945!   O açúcar reforçou sua jornada para dentro de nossos corpos ao ser incorporado em muitos produtos industrializados. Ele tem muitos atrativos para a indústria: barato, tem bom gosto, pode ser utilizado em numerosos tipos de alimentos, conserva-se bem e – pode ser viciante.   Na verdade, o açúcar pode ser o mais perigoso “alimento” que você pode ingerir.

Junk Food Ruining the future for our children

O problema é que o açúcar está profundamente mergulhado em nossa cultura e em nosso psicologia coletiva.   Inclusive existe uma associação entre açúcar e o próprio amor!  Veja-se tradicionais presentes ofertados no dia dos namorados e nos casamentos!

Entretanto, existem sinais que isso pode estar mudando.  Em 2003 a Organização Mundial de Saúde publicou um relatório chamado “Dieta, Nutrição e a prevenção de Doenças Crônicas” sugerindo que as pessoas deveriam cortar o total de calorias que elas ingerem de açúcares simples, reduzindo de 25% para menos de 10%.

Em 2004, a Academia Americana de Pediatria sugeriu que “os responsáveis pelas escolas e os pais necessitam obter informação a respeito das implicações das vendas de refrigerantes nas escolas.”

O consumo de açúcar está associado com a epidemia mundial de obesidade e de diabetes melitos que estão varrendo o planeta.  Existem evidências que esse hábito está associado à envelhecimento precoce.  Está associado à Síndrome Metabólica que aumenta o risco de doenças cardíacas. Cerca de metade daqueles que sofrem ataques cardíacos tem a Sindrome Metabólica e muitos sequer suspeitam disso!  A trágica face oculta dessas doenças é o encurtamento da duração da vida, pois afeta dramaticamente a expectativa de vida.

Na verdade, muitos especialistas acreditam que qualquer dieta saudável ou programa para redução de pesos devem começar com a eliminação ou redução do açúcar.

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s