Cirrose hepática por álcool

A cirrose hepática é definida como uma lesão crônica do do fígado, irreversível, caracterizada por fibrose (“cicatrizações”) difusa e nódulos de regeneração que substituem o tecido do fígado normal. É a via final comum de lesões hepáticas crônicas de diferentes causas.

cirrhosis

As principais etiologias (“causas”) da cirrose hepática são: alcoólica, hepatites virais, biliar, metabólica, auto-imune, medicamentosa ou tóxica, congestiva, e criptogênica (“causa desconhecida”).

O álcool é uma das principais causas de doença hepática crônica em várias partes do mundo. É conhecida como cirrose de Laennec, em homenagem a um grande médico francês do século XVIII. Nos E.U.A estima-se que há pelo menos 10 milhões de alcoólicos, representando cerca de 6 a 7% da população adulta, sendo a cirrose alcoólica responsável por cerca de 40% das mortes por cirrose.

A cirrose hepática por álcool geralmente ocorre quando há consumo significativo de álcool (>40g etanol/dia em homens e 20g etanol/dia em mulheres) por períodos de mais de 10 anos.    Mas a verdade é que existem dados que mostram um aumento do risco relativo de cirrose hepática desde valores tão baixos como 10 gramas/dia nas mulheres e 20 gramas/dia nos homens.   Contudo, se houver associação com outros fatores agressores do fígado, tais como hepatites virais, síndrome metabólica, depósitos de ferro ou uso de medicamentos hepatotóxicos, o período e a quantidade de álcool necessários podem ser menores.

cirrose%201

O padrão de ingestão alcoólica é relevante, a ingestão diária e continuada parece ser mais prejudicial do que consumo intermitente.

Uma nova característica desse problema é o aumento do consumo de álcool entre as mulheres jovens. Por exemplo, no Reino Unido nos últimos 30 anos a mortalidade por cirrose alcoólica na mulher jovem aumentou 1000%.  Números absurdos e estratosféricos, considerando que é uma doença totalmente evitável.

cirrose1

A maior prevalência de consumos agudos de álcool nos E.U.A. é observado em adultos jovens com idades entre 18 e 25. Entre os indivíduos com 45 a 65 anos de idade, a cirrose é a terceira causa mais comum de morte, após as cardiopatias e as neoplasias, nos EUA.

alccol

Ressalta-se que a cirrose é apenas uma das inúmeras conseqüências do uso abusivo do álcool, bem como a neuropatia, a desnutrição, a lesão do pâncreas (geradora de dores crônicas terríveis), entre outras.

Informe-se irmãozinho, não seja outra vítima inocente e ingênua da avalanche publicitária do álcool!

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s