Vida – eterna mudança

Tudo muda, nada permanece sem mudanças.”

Buda. As referências ao Buda dirigem-se, em geral, a Siddhartha Gautama, mestre religioso e fundador do budismo no século VI antes de Cristo. Essa frase tem relação com o profundo conceito budista da impermanência.  No campo da saúde, mais concretamente, podemos transpor essa ideia para uma situação de doença, de sofrimento, de angústia e manter a esperança de uma mudança para a cura.  Como no dito da sabedoria popular: “não há mal que sempre dure…”

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s