Alimentos funcionais

Os alimentos funcionais fazem parte de uma nova concepção de alimentos, lançada pelo Japão na década de 80. Objetivava desenvolver alimentos saudáveis para uma população que envelhecia e com grande expectativa de vida.

Os alimentos funcionais  apresentam propriedades benéficas além das nutricionais básicas, sendo apresentados na forma de alimentos comuns. São consumidos em dietas convencionais, mas demonstram capacidade de regular funções corporais de forma a auxiliar na proteção contra doenças como hipertensão, diabetes, câncer, osteoporose e coronariopatias.

O termo nutracêutico é mais amplo.  Define uma grande variedade de alimentos e componentes alimentícios com objetivos médicos. Sua ação varia do suprimento de minerais e vitaminas essenciais até a proteção contra várias doenças infecciosas. Tais produtos podem abranger nutrientes isolados, suplementos dietéticos e dietas para alimentos geneticamente planejados, alimentos funcionais, produtos herbais e alimentos processados tais como cereais, sopas e bebidas.

Muitos colocam alimentos funcionais como sinônimos de nutracêuticos, mas não há consenso. “O significado aceito para nutracêutico é que a parte funcional do alimento; que foi isolada e transformada em cápsula com o intuito de suplementação. Exemplo: cápsula de fibra beta glucana (nutracêutico) extraída da aveia (alimento funcional)”.

Os alimentos e ingredientes funcionais  atuam em seis áreas do organismo: no sistema gastrointestinal; no sistema cardiovascular; no metabolismo de substratos; no crescimento, no desenvolvimento e diferenciação celular; no comportamento das funções fisiológicas e como antioxidantes.

Alguns exemplos:

Betacaroteno:  Ajuda a diminuir o risco de câncer.  Quando ingerimos gorduras e proteínas, o betacaroteno se converte em vitamina A, protegendo as células do envelhecimento. Onde encontrar: Abóbora, cenoura, mamão, manga, damasco, espinafre, couve.

Isoflavonas: Atenuam os sintomas da menopausa. Por ter uma estrutura química semelhante ao estrógeno (hormônio feminino), alivia os efeitos de calor e cansaço da menopausa e da tensão pré-menstrual. Onde encontrar: Soja e seus derivados.

Licopeno:  Está relacionado à diminuição do risco de câncer de próstata.  Evita e repara os danos dos radicais livres que alteram o DNA das células e desencadeiam o câncer. Onde encontrar: Tomate e seus derivados, além de beterraba e pimentão.  Um estudo recente, da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, sugeriu que o tomate também é fonte de ácido ferúlico, que preserva os neurônios da degeneração provocada pelo stress oxidativo, protegendo contra os males de Alzheimer, de Parkinson e a demência senil.

Ômega 3:  Diminui o risco de doenças cardiovasculares.  Reduz os níveis de triglicerídeos e do colesterol total do sangue, sem acumulá-lo nos vaso anguíneos do coração. Onde encontrar: Peixes de água fria, como salmão e truta, e óleo de peixes.

Flavonóides: Diminuem o risco de câncer e atuam como antiinflamatórios. Anulam a dioxina, substância altamente tóxica usada em agrotóxicos.  Onde encontrar: Suco natural de uva, além de alimentos como café, chá verde, chocolate e própolis. Também está presente no vinho tinto, contudo, como se vê, várias outras fontes, que não possuem o maléfico álcool, também apresentam essa substância.

Probióticos:  São microorganismos vivos que ajudam no equilíbrio da flora intestinal.  Impedem que bactérias e outros microrganismos patogênicos  proliferem no intestino. Onde encontrar: Iogurtes e leite fermentado.

Meu irmão, esse é um processo de conscientização.  Você deve estar ciente que os alimentos não devem agradar somente a sua boca (afinal, a passagem por ali dura segundos…)  e – sim – satisfazer todo o complexo e fantástico organismo – seu corpo – que você dispõe para enfrentar essa vida!

Saúde!

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s