Câncer de esôfago – sintomas e diagnóstico

O sintoma mais comum é a disfagia (“dificuldade para engolir alimentos – o alimento tranca na passagem até o estômago”) rapidamente progressiva.  A obstrução do esôfago reflete o envolvimento circunferencial da parede do esôfago pelo tumor. Infelizmente, esse sintoma aparece tardiamente, quando o tumor já está bem evoluído.   A disfagia pode ser acompanhada por uma dor contínua que indica o comprometimento do mediastino.

O emagrecimento acentuado aparece, em 90% dos pacientes.  São frequentes a odinofagia (“dor ao deglutir um alimento”) e a sialorréia (“salivação excessiva, devido à obstrução que dificulta a passagem da saliva”). Pode aparacer halitose (“mau hálito”) e tosse após a ingestão de alimentos.

Diagnóstico:

  • o quadro clínico é bastante sugestivo dessa doença.
  • a endoscopia digestiva alta permite a visualização do tumor, a medida de sua extensão e a biópsia (“coleta de material para estudo  microscópico”) da lesão para confirmação do diagnóstico.
  • Uma vez identificado o tumor, determinados exames são essenciais para o estadiamento e a decisão terapêutica.  São necessários o Rx de tórax; tomografia computadorizada do tórax e abdome e a broncoscopia.

Prevenir-se sempre é o melhor remédio!

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s