Depressão – sintomas

Embora uma depressão grave seja prontamente reconhecida, pode ser difícil distinguir formas mais leves (e mais comuns) de depressão das mudanças emocionais que são parte do dia-a-dia da vida.  Uma forma mais precupante de depressão é a “depressão maior“. Uma pessoa está passando por um episódio depressivo maior é se ele ou ela está exibindo ou o primeiro ou o segundo dos seguintes nove sintomas, juntamente com quatro outros, continuamente por mais de duas semanas:

  • Humor deprimido, com sentimento “esmagador” de tristeza ou culpa.
  • Perda de interesse ou prazer nas coisas que anteriormente gostava.
  • Insônia, despertar precoce pela manhã, ou sonolência quase todos os dias.
  • Diminuição na energia, fadiga.
  • Mudanças notáveis no apetite e no peso (perda ou  ganho importantes). O deprimido pode emagrecer ou engordar demais.
  • Incapacidade de concentrar-se; indecisão.
  • Sintomas físicos de inquietude. Sensação de lentificação.
  • Sentimentos de culpa, desvalorização ou desproteção.
  • Pensamentos recorrentes de morte ou suicídio. Tentativas de suicídio.

Esse diagnóstico é mais exato quando esses critérios são suplementados por uma história familiar positiva, um episódio prévio de depressão ou mania ou a presença de um fator precipitante como um AVC (acidente vascular cerebral) recente ou o uso de medicações que reconhecidamente afetem o humor do paciente.

Outros sintomas de depressão incluem pensamento desorganizado e manifestações físicas com constipação (“intestino preso”) ou diminuição na libido (“desinteresse sexual”).  Uma depressão maior pode interferir na vida social e profissional do indivíduo.  Pode ter dificuldade de levantar pela manhã.  Pode ter dificuldades para se alimentar, se vestir ou manter a higiene pessoal.

Impressionante como ainda existem pessoas que acham que a depressão é “coisa de riquinhos que não tem o que fazer” ou “bobagens” ou até mesmo “frescura” da pessoa.  Na verdade, é uma doença que pode ser muito grave. Dever ser respeitada e tratada adequadamente.

Saúde!

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s