Álcool – quando dizer não

Independente da idade, qualquer pessoa que tenha hipertensão arterial sistêmica (“pressão alta”), qualquer doença no fígado, qualquer doença renal, pancreatites ou insuficiência cardíaca congestiva deve se abster de bebidas alcoólicas.   Também, sem sombra de dúvidas, qualquer que tenha  propensão para abuso de álcool ou de ficar viciado deve se abster de álcool.  Igualmente, aqueles que tem comportamento violento ou inconveniente após consumir álcool devem evitá-lo.

Pessoas com altos níveis sanguíneos de triglicerídeos (“hipertrigliceridemia”) que é um tipo de gordura, deve se abster do consumo de álcool.  Os triglicerídeos aumentam com o consumo de álcool. Os triglicerídeos são gorduras (“lipídeos) potencialmente perigosos para o “pobrezinho” do coração, que costuma levar “lambadas” de tudo que é lado.

Abstinência do álcool também é necessário  quando você ingerir medicações que interagem com o álcool.  Estas incluem uma longa lista de remédios, incluindo analgésicos largamente utilizados por auto-medicação (que aliás é um dos esportes favoritos do brasileiro…).  Entre esses analgésicos estão incluídos: ácido acetil-salicílico (“aspirina,   melhoral”), ibuprofeno e o paracetamol (acetaminofem).

Gostaria de acrescentar que uma das frases mais hipócritas que eu conheço é aquela repetida à exaustão: “beba com moderação”.  É óbvio que poderosos, ao faturarem milhões e milhões (ou seria bilhões), querem que todos comprem seu produto com moderação…  Gastam fortunas com um marketing brilhante, repetido insistentemente, para que todos consumam com moderação… Humildemente, com a benção de Deus, gostaria de mudar o refrão, hummmm, que tal: “se quiser beber, não beba!” Vá fazer outra coisa, que lhe faça bem, não lhe prejudique nem a sua família.  Talvez vocês achem que estou exagerando.  Talvez.  Mas hoje eu soube de uma pessoa, com menos de 50 anos, que eu conhecera quando criança, que faleceu por lesões graves provocadas por essa “coisa, consumida com moderação”.

Saúde!

Sparvoli

 

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s