Coração – blindagem

Vivemos época estranha, em que as palavras tomam significados diferentes dos usuais.  A palavra blindagem passou a ser usada na mídia com um sentido suspeito quando empregada em outros contextos.  Aqui estaremos usando blindagem num sentido mais singelo de proteção.  Para proteger nossos corações nesses “tempos bicudos” temos que acelerar a prevenção:

  • recomenda-se “check-up” anual a partir dos 30 anos.
  • aumentar ainda mais o controle de colesterol, dos triglicerídeos e da glicemia.  Atentar que as classificações mais modernas recomendam valores menores. Por exemplo, por muito tempo se considerou como glicemia (“taxa de açúcar no sangue”) normal até 110. Esse valor foi reduzido para normal até 99.  Os valores de colesterol também estão mais rigorosos.  Isso ocorreu pois a ciência verificou, ao longo do tempo, que aqueles valores maiores, antes adotados, ainda conduziam a problemas cardiovasculares.
  • Controle cuidadoso da pressão arterial.
  • Consumo de frutas, verduras e legumes.  Fundamental!
  • Consumo de cereais integrais. Arroz integral, pão integral.  Muito importantes. Você se acostuma, não duvide.
  • Redução forte de laticínios gordurosos.
  • Praticar exercícios aeróbicos: caminhadas, corridas, natação, dança, bicicleta. Uma das principais medidas.  Comece devagar e vá aumentando.
  • Eliminar ou reduzir o consumo de carnes vermelhas.
  • Reduzir o consumo de carnes brancas. Ou eliminá-las, se você optar pelo vegetarianismo.
  • Reduzir o consumo de gorduras saturadas. Não ingerir as famigeradas gorduras trans.
  • Não fumar.  Se você ama seu coração…  A associação do fumo com o anticoncepcional oral é particularmente tenebrosa.
  • Não tomar bebidas alcoólicas.  Não vá atrás de conversas fiadas! Não se deixe iludir. Eu sei, é difícil, existe muita pressão social, talvez até familiar,  marketing agressivo e criativo – mas você conseguirá.  Peça ajuda se necessário.
  • Reduzir muito o consumo de sal e açúcar. Fuja do saleiro. Você consegue!

Saúde!

Sparvoli

 

 

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s