HIV – Truvada: sempre a prevenção

Truvada, que é uma combinação do tenofovir e da entricitabina, desenvolvida pela Gilead Sciences, Califórnia,  tem sido utilizada para o tratamento da AIDS, juntamente com outros remédios antiretrovirais, desde 2004.  Agora, o medicamento Truvada foi aprovado pela poderosa FDA (Food and Drug Administration) americana, como a primeira pílula para prevenção do HIV. É o primeiro remédio aprovado para esse fim em 30 anos de luta contra a AIDS!  A nova aprovação do FDA aplica-se ao uso do Truvada, em combinação com as práticas de sexo seguro (preservativos), na prevenção de indivíduos sadios, que estão em alto risco para contrair o vírus ou que tem relações sexuais com parceiros HIV-positivos.

A Dra. Margaret Hamburg, do FDA, declarou: “todos os anos, cerca de 50.000 adultos e adolescentes são diagnosticados com infecção pelo HIV, apesar da disponibilidade de métodos preventivos e estratégias para educar, testar e cuidar das pessoas que estão vivendo com a doença.  Novos tratamentos, assim como novos métodos de prevenção são necessários para combater a epidemia do HIV nos Estados Unidos”, arrematou a Dra. Hamburg.  No anúncio, a FDA fortemente advertiu contra o uso do Truvada para prevenir a transmissão em indivíduos que podem já ter o HIV.

Os efeitos colaterais mais comuns são: diarréia, náusea, dor abdominal, dor de cabeça e emagrecimento. Efeitos colaterais graves são incomuns.

Aparentemente, as mulheres obtém uma proteção  menor com o Truvada do que os homens.

Deve-se saudar essa nova opção de prevenção (ainda não disponível no Brasil).que pode salvar vidas,  mas com uma cautela fundamental – seu uso deve sempre, repito sempre, ser associado com os preservativos.  Se esse cuidado indispensável não ocorrer, poderemos, na verdade, ter um aumento no número de casos, pois o Truvada está longe de ter 100% de eficácia e seu uso deve ser contínuo, diário.  O custo anual do Truvada, nos Estados Unidos, varia de $11.000 a $14.000 dólares.

Prevenção sempre.

Sparvoli

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s