Hepatite C – a progressão da doença

A hepatite C crônica – hepatite crônica é aquela que dura mais de 6 meses – tem diferentes tipos de evolução entre as pessoas. Ou seja, em alguns a doença tende a ficar estacionada, em outros evolui lentamente, mas, em alguns, tem uma progressão acelerada. Existem alguns fatores que influenciam essa variabilidade na progressão da doença:

  • idade: adquirir o vírus da hepatite C (VHC) depois dos 40 anos pode ser associado com uma progressão mais rápida da lesão no fígado. Ao contrário, as crianças parecem ter um risco relativamente baixo de progressão da doença.
  • Sexo: os homens parecem ter propensão a uma progressão mais rápida.
  • Raça: possivelmente a progressão da doença seja mais lenta nos negros. Por outro lado, eles tem dificuldade maior de responder bem ao tratamento.
  • Consumo de álcoolaumenta a gravidade.
  • Maconha: o uso da maconha conduz a uma mais rápida evolução da doença.
  • Esteatose: pacientes com esteatose hepática (“fígado gorduroso”) tem risco maior de desenvolver lesão mais grave no fígado.
  • Fatores genéticos: existem evidências que dependendo da genética da pessoa a doença poderá evoluir mais rapidamente.
  • Coinfecção viral: a progressão da hepatite C é claramente acelerada no paciente que tem HIV.  Uma hepatite aguda B num paciente com hepatite C crônica, pode ser mais grave.  Se o paciente tiver hepatite B e hepatite C ao mesmo tempo, a lesão hepática é usualmente pior. Assim, é muito importante um paciente com hepatite C, vacinar-se para a hepatite B.  A vacina para hepatite B é muito segura e eficaz.  Ela é fornecida nos postos de saúde.  O paciente com hepatite C também deve vacinar-se para hepatite A.
  • Uso de corticosteróides: esse remédio, que é usado em muitas situações, aumenta a carga viral.
  • Cigarro: o uso de cigarros agrava a doença.

Como se vê, é muito difícil prever a progressão da doença num indivíduo, pois vários fatores influenciam a progressão da doença.  Atualmente, a biópsia hepática é considerada o melhor preditor da evolução da hepatite  C.

Sparvoli

 

 

 

 

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

4 respostas a Hepatite C – a progressão da doença

  1. Aliana diz:

    this is very nice one and gives in depth information. i think it will be helpful. thank you very much for that extraordinarily first class editorial! keep up the good work.http://www.simbolodamusica.com

  2. Darlene diz:

    just want to say something about your post! i am really impressed by it. i hope to catch such interesting ideas!http://www.acesso24hs.org

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s