Helicobacter pylori – outra face do vilão

Vários estudos científicos demonstraram já nos anos 90 do século passado a relação do Helicobacter pylori com o temido câncer de estômago.  Em 1994, a Organização Mundial de Saúde reconheceu que a infecção pelo H.pylori aumenta o risco de desenvolvimento do câncer gástrico.  Existem dois subtipos de câncer no estômago: o tipo intestinal e o difuso. Cerca de 70% dos cânceres no estômago, do subtipo  intestinal têm a miserável da bactéria participando do problema, mas também o subtipo difuso se relaciona com a criatura.  Entretanto, também fatores genéticos influenciam o surgimento do problema.  Assim, deve ser entendido que apenas uma minoria das pessoas infectadas pelo H.pylori desenvolve o câncer gástrico; já que outros fatores ambientais e genéticos contribuem para o surgimento desse tipo de tumor.  Cuide-se. Como sempre esteja atento, mas com equilíbrio.

Sparvoli

 

Sobre Antonio Sparvoli

Médico. Gastroenterologista. Mestrado e Doutorado. Professor Titular da Fundação Universidade Federal de Rio Grande.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s